Atitudes diferenciadas

Home / Blog / Atitudes diferenciadas

A maioria das pessoas deseja mudar, mas continua com as mesmas atitudes que a levou à mesmice.

Mudança e transformação são ideias presentes em todas as esferas da vida, e nunca se falou tanto delas. No espaço corporativo, temos o uso frequente do termo adaptação. No universo relacional, falamos de categorização e dinamismo, de sair da zona de conforto, e a transformação está ali sempre presente nos convidando para maneiras de se viver melhor. Já no ambiente espiritual, somos constantemente estimulados e incentivados ao renascimento, à ideia da metamorfose.

Por que, então, a maioria das pessoas simplesmente não muda? Por que existe um desejo tão grande de transformação da vida, das relações, do trabalho e do próprio ser humano? Se tudo está em crise, por que não conseguimos mudar? Se há insatisfação sobre a maneira com que vivemos, por que não alteramos a rota? Isso nos faz refletir, e é fácil perceber que não se trata na verdade de falta de desejo de transformação, afinal vemos claramente que muitos desejam mudar. O que falta, muito provavelmente, é entender que são as atitudes que tomamos repetidamente as culpadas por nos impedir de mudar.

Mudança, adaptação, alteração, renascimento e transformação exigem atitudes diferenciadas. Desejamos mudar, mas evitamos mudar nossas atitudes. Queremos ser felizes mas continuamos com as mesmas posições que produzem a nossa infelicidade. Almejamos uma nova vida, mas continuamos com as posturas e as práticas das confortáveis e envelhecidas maneiras de cultivar a insatisfação. Rubem Alves disse certa vez que se nosso desejo é ir para a praia, não deveríamos nos dirigir para as montanhas.

Fico perplexa e desapontada, pois percebo que o desejo de mudança raramente se exprime em novas atitudes. Nos enganamos muito mais do que conseguimos imaginar. Nos iludimos mais do que pensamos. Mentimos para nós mesmos todas as vezes que almejamos algo diferente mas não agimos de maneira diferente para alcançar o que tanto faz parte do nosso desejo. Você quer mudar? Mude suas atitudes! Não sabe como? Procure ajuda! Encontrou ajuda? Então comece a aceitar o fato de que novas atitudes exigem rompimentos verdadeiros e leais.

Boa semana!

Recent Posts

Leave a Comment