Ninhos com espinhos

Home / Blog / Ninhos com espinhos

Todo aconchego parece um ninho, mas para ser um bom ninho é necessário que tenha espinhos para nos incomodar e nos movimentar para mudanças.

Viver é uma arte! A arte de compreender toda a aventura de saber como viver a cada dia, com cada olhar que a vida nos convida a ter em cada momento. A arte de todo sentimento que nos leva a perceber o momento para expressá-lo de forma autêntica e real. Hoje, quero usar a vida animal como uma referência para nos ensinar.

Observando como a águia lida com seus filhotes, fico imaginando como deveríamos lidar com a nossa vida e com a vida daqueles que estão próximos de nós. A águia constrói o ninho para seus filhotes com um objeto que possui duas finalidades: proteger e incomodar. Cada um desses intuitos será utilizado no momento certo. Ainda indefesos, os filhotes são protegidos pelos espinhos contra os predadores. Por dentro do ninho, existem folhas, palha e algodão, tudo bem quente, confortável e aconchegante para que o filhote possa crescer e desenvolver-se em segurança, até que suas asas estejam prontas para voar.

O ninho é construído no alto de um penhasco, e a altura também possui dois sentidos: proteger e preparar. E é de lá que o filhote aprenderá a voar. Quando o filhote já está com asas prontas para voar, a águia prepara o momento do incômodo. Ela tira o aconchego, vai retirando as folhas, as palhas, o algodão, isto é, provocando o desconforto necessário para que o filhote sinta o incomodo do lugar. A intenção é que ele saia e experimente sua grande habilidade para voar. Quando isso não acontece, depois de um tempo, a águia empurra o ninho do penhasco para que a nova águia abra as asas, faça o seu primeiro voo sozinha e descubra a vida que a espera não mais dependente de outro, mas aprendendo a sobreviver e a enfrentar seus próprios perigos.

O incômodo é necessário para que descubramos o quanto podemos voar e viver a vida que nos aguarda. Podemos sair da zona de conforto e crescer. Mas, o ninho só é lançado do penhasco quando já temos asas para voar. Todo bom ninho precisa de espinhos para que existam novos e necessários voos. Crescer, mudar, sair da zona de conforto, voar, amadurecer e transformar é o chamado da vida para todos nós. Não espere que seu ninho despenque do penhasco para que você aprenda a voar na marra. Sentiu os espinhos, saia logo, suas asas já estão prontas para você voar.

Boa semana!

Recent Posts

Leave a Comment