jun 4, 2018 / by Ser e Pertencer / In Blog / Leave a comment

Protocolo

Qual é o limite em seguir os protocolos impostos pela vida sem a sensibilidade para flexibilizar?

Ao longo da nossa trajetória, criamos caminhos e procedimentos obrigatórios para normatizar a vida. Também seguimos certos protocolos, que são conjuntos de normas e regras firmadas para contemplar determinado processo ou finalidade. Eles são encontrados em quase todas as situações vividas em uma sociedade. Mas, qual é o limite de um protocolo?

“Seguir o protocolo” é sentir-se obrigado a trilhar todos os procedimentos previstos para alcançar o que desejamos. Mas, quando a vida nos mostra que não há protocolos, o que fazemos? Quando os protocolos não atendem o tempo para que algo seja realizado? Será que seguir somente os protocolos impedem a gente de refletir, sentir, perceber e ampliar as decisões?

A vida humana contempla protocolos para a organização e ordenação na sociedade, mas é necessário pensar e sentir, além das normas, regras e obrigações. Uma vida mais sensitiva, uma visão mais ampla e um espírito mais aberto nos ajudam a não ficarmos presos apenas na aridez da vida burocrática. Adaptação, flexibilidade, ampliação e sensibilidade precisam caminhar ao lado dos protocolos.

Boa Semana!

Your comment