jul 31, 2018 / by Ser e Pertencer / In Blog / Leave a comment

Saúde Mental

A forma como pensamos interfere na maneira como vivemos

Vivemos de múltiplas formas e maneiras. Estabelecemos costumes, comportamentos, valores, crenças, hábitos e conceitos. Formamos e somos formados. Tudo isso constrói nossa maneira de pensar sobre o que está ao nosso redor e a respeito de nós mesmos. Entre essas variações do pensamento humano, identificamos uma mentalidade bastante comum nos dias atuais: a preocupação constante com a saúde.

Para muitas pessoas, a saúde física passou a ser prioridade. E não há problema algum em destacar o seu valor e os benefícios de cuidar do corpo. Mas, é preciso entender que existem outras áreas relacionadas à saúde. Para considerarmos se uma pessoa é saudável, ou não, precisamos avaliar a sua saúde mental. Os pensamentos destrutivos, por exemplo, podem ser nocivos e adoecer o corpo, por mais que se cuide da saúde física.

A saúde mental exige tempo, disposição e uma boa dieta de pensamentos que melhorem e aprimorem nossa forma de refletir sobre a vida. Conceitos preestabelecidos não nos fazem bem, pois a vida é dinâmica, mutável e relativa. Não podemos simplesmente rotular e definir tudo como se existisse um padrão a ser seguido ou mesmo um formulário a ser preenchido.

Faz parte da busca pela saúde mental repensar tudo que foi recebido e aprendido ao longo de nossas vidas. Muitas coisas foram ensinadas por pessoas que não consideravam a mente um lugar importante para a saúde geral do ser humano. Por isso somos desafiados a encontrar o lugar onde a vida possa florescer de forma mais autêntica e verdadeira. Cuidar da mente é cuidar do que pensamos e não deixar que a mente nos engane. A mente mente para nós, por isso é necessário mantê-la sobre uma dieta saudável e vigilante.

Boa Semana!

Your comment